Experiência Pessoal

Hoje atendi ao domicílio uma senhora de 91 anos.

Ela ficou maravilhada com Wii, o jogo do esqui e do pinguim! É maravilhoso ver como o game prendeu a sua atenção e todo ao redor foi esquecido.
Isto me fez lembrar algumas pesquisas que nos mostram que 20% dos jogadores casuais são portadores de necessidades especiais e que 89% deles fazem uso dos jogos para alívio do estresse e que naquele momento esquecem os problemas que enfrentam em seu dia-a-dia devido suas limitações.
Temos que ter em mente o que estamos proporcionando com estes games!
Uma palavra pode resumir isto, e esta palavra é EXPERIÊNCIA!
Imagine você agora, uma pessoa que por exemplo não pode caminhar por algum problema, amputação, alguma deficiência neurológica..enfim..imagine isto. Um belo dia, seu terapeuta, decide colocar você para praticar um jogo interativo e durante o determinado jogo, seu avatar caminha, corre...e você pode viver isto como se fosse você mesmo correndo, sentindo como se novamente, ou pela primeira vez você estivesse caminhando, ou andando de bicicleta, esquiando (e você nunca tinha visto neve na vida)!
Para o terapeuta você pode ser mais um paciente, mas para você...com certeza será uma EXPERIÊNCIA inesquecível! Pode mudar a técnica, a cidade, o que mais for...mas você nunca vai esquecer o dia que você teve aquele sentimento de estar se movendo livremente.
Os games finalmente ganharam seu espaço na saúde, cabe a nós utiliza-los com responsabilidade e mostrar o quanto eles podem fazer bem a quem deles fazem uso.
Como todo instrumento, ele tem suas limitações, mas o fator emocional e motivacional é incontestável! 

0 comentários:

Postar um comentário